PhytoMaster: Farmácia de Manipulação

(48) 3222.2888 [email protected]

Longevidade

LONGEVIDADE

Benefícios da intervenção nutricional e cosmética no processo de rejuvenescimento.

Existem várias maneiras de ajudar a neutralizar os efeitos da gravidade na pele.

À medida que envelhecemos, não são apenas os anos que vão embora, mas também nossa produção de colágeno, assim como a absorção de silício. E quando , elastina essas substâncias diminuem, perdemos também a elasticidade, firmeza e sustentação da pele favorecendo a ação do tempo.

Ajude a deixar os efeitos da gravidade para trás com esta poderosa fórmula que contribui para levantar a pele, evidenciando o contorno e a beleza natural do rosto.

 

A Tecnologia do CORPO

As tecnologias estão impulsionando mudanças radicais para a humanidade em geral e, em particular, para os seres humanos. Tanto que, hoje, seguramente, pode-se dizer que a tecnologia é nossa companheira em tudo. E por que não seria também na hora de cuidar do corpo? Existe um assunto que vem dominando as pautas das redações, os consultórios, as convenções e os congressos: são os antioxidantes.

Os estudos, os processos de extração, o desenvolvimento e os testes de algumas substâncias estão convergindo para um ritmo acelerado e ajudarão a superar muitas das limitações de nosso organismo, a fim de melhorar a vida humana em todo o mundo. E é essa mesma tecnologia a grande responsável por elevar os antioxidantes ao status de “assunto do momento”. Isso afeta a longevidade e influencia o processo de envelhecimento, que conta ainda com diversos mecanismos como: glicação de proteínas, encurtamento dos telômeros, diminuição da autofagia celular, variação na expressão gênica, alterações mitocondriais e hormonais.

Para retardar e prevenir a ação não há como ignorar a epigenética e sua ação de mudança nas funções dos genes, sem alterar os códigos genéticos, sendo fácil entender nossa responsabilidade nos efeitos gerados pelos fatores externos em nossos organismos. Seja retardando ou acelerando o envelhecimento.

 

“Intervenção nutrição e cosmética se tornou fundamental na busca pela Longevidade”

 Dentre todos esses fatores, a alimentação vem demonstrando cada vez mais importância, evidenciando a relação entre nutrição, genética e qualidade de vida. Disso, nasceu a nutrigenética, ou seja, a interação entre os hábitos alimentares e o perfil genético de cada pessoa. Isso nos leva a crer que, num futuro próximo, passaremos a consumir alimentos de acordo com as nossas características genéticas. Se de um lado temos esse cuidado IN (uso oral), do outro, temos o OUT (uso tópico), que reforçam o cuidado e a proteção de fatores essenciais para o organismo. Desta forma, os antioxidantes, orais (IN) e tópicos (OUT), devem ser utilizados em conjunto, diariamente, a fim de prevenir, neutralizar e diminuir os impactos ao DNA.

Então, prepare-se! Porque, nas próximas páginas, convidamos você a explorar os principais pontos e descobertas sobre autofagia, detoxificação, longevidade, além, é claro, de como a intervenção nutricional e cosmética se tornou fundamental nessa busca e quais são os nutricosméticos e dermocosméticos com estudos direcionados para isso. Aproveite!

Nos últimos 40 anos ocorreram muitos progressos na compreensão dos mecanismos envolvidos no envelhecimento, mas ainda há muitos pontos a serem esclarecidos. O envelhecimento é definido como um processo biológico complexo e contínuo que se caracteriza principalmente pela diminuição progressiva da capacidade de homeostase do organismo, levando à senescência e morte celular programada (apoptose).

A manifestação do envelhecimento cutâneo se dá, principalmente, pelo aparecimento das rugas finas e profundas, diminuição da elasticidade, da luminosidade, da uniformidade do tom da pele e da espessura, assim como aumento da flacidez e aspereza.

Ocorre também alteração no formato da face, que se torna mais triangular com o passar dos anos quando comparada à juventude, que normalmente o triângulo é invertido. Estas manifestações visíveis e perceptíveis na pele contemplam a etiopatogenia do envelhecimento cutâneo e são oriundas das alterações celulares, moleculares e enzimáticas.

Os mecanismos que provocam as manifestações se inter-relacionam, como aumento da glicação de proteínas, encurtamento dos telômeros, espécies reativas de oxigênio, diminuição da autofagia celular, variação na expressão gênica proteica, frequência de anomalias cromossômicas, variação no gene TOR1 e TOR2 e alterações mitocondriais e hormonais. Esses mecanismos associados levam à perda da função mecânica e elástica do tecido cutâneo.

Para retardar e até prevenir os mecanismos acima descritos é importante entender a definição de epigenética, que consiste no estudo das mudanças hereditárias na expressão gênica que independem de mudanças na sequência primária do DNA. Em outras palavras, pode ser interpretado como mudanças nas funções dos genes sem alterar o código genético, ou seja, sem alterar as sequências de bases (adenina, guanina, citosina e timina) da molécula de DNA (ácido desoxirribonucleico).

Estas mudanças ocorrem, principalmente, devido à falência da plasticidade fenotípica, que se entende como a diminuição da habilidade das células em modificar seu comportamento em resposta à estímulos internos e externos.


Fonte: Galena ')}

Author Info

Fernanado Leonardo